sábado, 22 de agosto de 2009

Além da Terra, além do Céu,
no trampolim do sem-fim das estrelas,
no rastro dos astros,
na magnólia das nebulosas.
Além, muito além do sistema solar,
até onde alcançam o pensamento e o coração,
vamos!
vamos conjugar
o verbo fundamental essencial,
o verbo transcendente, acima das gramáticas
e do medo e da moeda e da política,
o verbo sempreamar,
o verbo pluriamar,
razão de ser e de viver.

Carlos Drummond de Andrade

Voltar a Casa

Wordle: Untitled
MOSQUITOS....bahhhhhh 

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

DIA 6


Férias é mesmo isto: não saber que dia é hoje, não ter a noção das horas que são e depois comer sardinhas a meio da tarde sem saber se lhe chamamos almoço, lanche ou jantar.
E pronto, dei cabo de mais um carregador e não tenho mais bateria. Agora só quando chegar a casa... Sory

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Dia 5


E perguntam vocês:
“Mas porque será que eles escolheram a Comporta para passar as férias?”
Porque… vocês não sabem mas eu conto: nós somos, tu cá tu lá com o Sarkozy e com a Bruna e eles convidaram-nos para privarmos da sua cabana.
Hoje mesmo essa notícia veio a público aqui
e, assim sendo, sinto-me obrigada a contar. Estivemos hoje a comer, todos juntos, as conquilhas de ontem, comprado que foi o alho e no final até elucidámos o casal presidencial a lutar contra a praga que nos aflige por estas paragens: os mosquitos.
Segundo tradição local, contada hoje por um habitante:
“...um homem bebe aguardente e fica com o sangue alterado, quando o mosquito morde, vai daí, morre!”.
Como veêm é fácil e eficaz… Vamos todos experimentar com copinhos de moscatel, que é o digestivo usado aqui pelos habitantes da Carrasqueira, LOL.
E passou mais um dia!...

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Dia 4


Acordámos tarde e com o sol tão forte abalámos até Alcácer.
Apenas fomos à praia depois das quatro horas. Valeu bem a pena, pelo sol suave que já não nos queimava a pele, pela água que continua convidativa e a uma temperatura acima dos 24 graus, pelo entardecer magnífico, pela maré que ao vazar nos deixava centenas de conquilhas para encontrar. Trazidas para casa, prontos para atacar o petisco, faltáva-nos o alho para podermos prepará-las.
Ficam para amanhã!

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Dia 3


Agora sim a Praia da Herdade da Comporta, hoje já liberta dos turistas de fim-de-semana.
Cenário extenso da costa alentejana que nos deixa sempre presos a um sentimento de grandiosidade, independência e liberdade.
O mar sereno e sempre cálido apetece a toda a hora.
Na hora de calor aproveitámos a visita à Adega da Herdade da Comporta e a obrigatória aquisição do Aragonez e Alicante Bouschet.
De resto, muito riso mas nada que aqui se possa partilhar!

domingo, 16 de agosto de 2009

Dia 2

Domingo,

Já o sol brilha pela manhã…

Já no monte anda uma manada…

Lá diz o velho rancheiro:

-Não há pão como o centeio, nem café como a cevada...

Com este toque de alvorada fomos acordados pela F, que cantava alegremente logo que saltou da cama, talvez recordando os seus tempos áureos de serviço militar…LOL

Fomos de manhã passeando até à Lagoa de Santo André, onde tentámos tomar banho mas ficámos enregelados e logo desistimos; em seguida continuámos até Sines que nos deixou bem impressionados pelos vestígios dos embarques liderados por Vasco da Gama; continuámos até ao mítico Porto Covo e aí fomos ouvindo a balada que o celebrizou; parámos em frente à Ilha do Pessegueiro para a observar e aí vimos também os olhos verdes do Pacman…

No entanto, já ao final da tarde, voltámos à praia que descobrimos ontem, porque não há amor como o primeiro, nem mar como o da Comporta.

PS: Não esquecer de referir que um dos “jovens quarentões, bem estimados” foi mergulhar com os óculos graduados postos…. e depois claro que não sabia deles!!!

Cá me parece que já nos faltam as filhas para nos avisarem:

-“Mãe, Pai, não se pode ir tomar banho de óculos”!!

Ka, Ka, Ka...

Pérolas nas Dunas


A caminho da praia, através das dunas, fui de repente confrontada com a exclamação:

- Olha que bonito…parecem pérolas…

Exclamei:

- Oh, são Camarinhas!

- São o quê????

Pois é, ninguém sabia o que são Camarinhas (Corema album) e eu também não, se por acaso não tivesse lido no blogue da Saltapocinhas o esclarecimento da sua fotografia do domingo passado! Fiquei elucidada. Não pensava era que logo a seguir, as ia encontrar e verdadeiramente ficar maravilhada ao ver estas pequenas pérolas, que surgiam a enfeitar os arbustos despretensiosos e secos que nascem nas areias virgens destas paragens e afinal são endémicas do nosso país.

Não devem ter acreditado em mim quando lhes dei a explicação e os mandei comer. Quando eu as comecei a meter à boca pensaram que tinham de me carregar às costas, verdadeiramente envenenada. Fui logo avisada que ali deixariam o meu corpo, pois ninguém estava para ter tal tarefa.

De regresso a casa, a primeira coisa que fiz foi mostra-lhes as fotos do referido blog e ainda fomos fazer a pesquisa aqui e aqui para saber o que poderíamos fazer com elas.

Hoje, fomos de propósito colher uma saca delas e ainda por cima a Saltapocinhas nos deixou um comentário a ensinar-nos a comê-las às mãos cheias, para as saborear, tal como as romãs.

É o que estamos, os quatro, a fazer.

sábado, 15 de agosto de 2009

Dia 1



Nós e os nossos amigos Q já fazemos férias juntos há longos anos. Era o tempo em que tínhamos as nossa crianças em crescimento e em que todos os dias nos arrastávamos para a praia, carregados de cremos e protectores, baldinhos e pás, lanches e lancheiras, guarda-sóis e toalhas e por vezes pouca paciência.

Este ano voltamos a fazer férias juntos. Agora somente quatro, já que as filhas umas não podem porque já têm os seus afazeres, outras não querem porque têm os seus amigos e … é uma seca …

Vai daí, jovens quarentões, bem estimados, aproveitamos para agora fazer o que antes não podíamos, por causa dos adesivos que tínhamos connosco: atravessamos dunas e dunas, andamos quilómetros a pé até encontrar praias não vigiadas e solitárias, andamos despidos de tralha, comemos só quando nos apeteceu, não trazemos relógio, não temos obrigações.

Hoje, no dia um, visitámos o Porto Palafítico da Carrasqueira, fotografámos típicas cabanas de colmo, percorremos dunas e por fim aproveitamos os mergulhos nas águas quentes deste mar sem fim, deliciados com estes pequenos nadas.

À noite, o descanso merecido, com a primeira refeição a sério do dia, bem regados com Herdade da Comporta.

Um único senão: As janelas da cabana são do tamanho de dois palmos, mas ainda assim suficientes para que os mosquitos consigam entrar.

Ah, é preciso referir que recebemos telefonemas das filhas a controlar-nos e a dizer "Vocês não andem por praias isoladas!"

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Café

10 e meia - café com amigas...
11 e meia - outro café com amigas...
14 - café com amigas...
É o que faz pertencer a tantas confrarias.
3 da manhã- sem dormir e com o coração a mil!
Ai as férias, ai o calor...

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Descubra as Diferenças


A noticia vem na Visão desta semana: esta maravilhoso cartaz foi um plágio consentido do seu congénere francês. Mas acrescenta que Ségolène levou um banho eleitoral o que pode ser um mau prenúncio...

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Actualização


O que se tem feito por aqui:
- Pintar caixas;
- Fazer umas quantas mariquices em rendas para mais uma criança que está para chegar;
- Ver séries, muitas séries e filmes... que isto de desde que apareceram as ZON, MEUS e outros que tal, que nos deixa gravar durante o ano as séries inteirinhas e os filmes que passam, é do melhor;
- Ler uns livros interessantes. Recomendo o da imagem.
Sobretudo: IR POUCO À NET. Para aprender a controlar o "bício".
Continuação.

terça-feira, 4 de agosto de 2009


Humor em Tempo de Férias


Eu também tive um Salazalhães e escrevi muito nele...

o seu design era este...