segunda-feira, 20 de julho de 2009

Sound of Silence

Dia feriado.
Muito zen, aproveitando para apenas falar comigo mesma.
Chego à conclusão que tenho cada vez menos paciência para ouvir outros.
Isso é mau. A tolerância vai-se perdendo com o passar dos anos.
A intolerância vai-se instalando. Começamos a saber ouvir apenas aquilo que vale a pena ouvir.
E a falar o menos possível.
Isto porque, como diz o provérbio chinês, "Há três coisas na vida que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida."
Assim sendo, fui jardinar, mas também as rosas me picaram.
Amanhã volta a agitação.

5 comentários:

Ana disse...

Cara Bea,

fosse só com o passar dos anos que perdemos facilmente a paciência e bem íamos. Permita-me discordar. Não é com o passar dos anos que vamos ficando mais intolerantes... é com o passar da burrice, da estupidez, do desrespeito e da prepotência personificados em alguns poucos iluminados (ou não tão poucos quanto isso!!!).
Também eu já tenho alguns cabelos brancos que não se devem a nenhum problema capilar...

Boas férias...

didium disse...

Tens razão. Cada vez há menos paciência para ouvir disparates,mas vamos ganhando no silêncio e no conhecimento.
Beijocas!

Anabela Magalhães disse...

Mas que lindo post! E como eu te entendo!
Fui "jardinar" no Domingo e estou absolutamente enferrujada! Fiquei pior que o chapéu de um pobre!
Beijocas e aproveita bem o silêncio.

Ai meu Deus disse...

Até as rosas?! tanta... pica! ;-)

Bela recordação musical.

José Alberto Valente disse...

"Fools, said i...
you did not know
that silence,
like a cancer grows"

(paul simon) sim, nessa mesma musica.

Beijo